O que fazer se dados pessoais no Facebook foram roubados
21/10/2018 20:16 em Tecnologia

O Facebook comunicou,  os brasileiros que tiveram os dados vazados por uma falha de segurança na plataforma. Estima-se que 29 milhões de perfis em diversos países tiveram nome, e-mail, telefone, últimas localizações entre outros dados roubados por hackers.

Mesmo com a tentativa de notificar os que foram afetados, os usuários da rede social podem recorrer a medidas judiciais contra a rede social.

"O vazamento de dados gera uma situação de ansiedade e ainda faz o usuário perder o que é chamado de tempo produtivo para descobrir como mudar a senha ou ajustar as configurações da conta. Isso já é o suficiente para um processo por danos pessoais contra a empresa", explica Rafael Zannatta, líder do programa de direitos digitais do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumido (IDEC).

O IDEC orienta quem quiser entrar na justiça contra o Facebook seguir os seguintes passos:

1º) Tire prints:

Se o Facebook enviou o comunicado, o ideal é tirar um printscreen, uma foto da tela do celular ou do computador, para registrar o ocorrido. Essa é a comprovação da própria empresa de que os dados foram roubados do perfil.

Como essa mensagem aparece apenas uma vez, pode ser necessário acessar uma página criada pela rede social para confirmar o vazamento. Neste caso salve em PDF e imprima como forma de documentação.

2º) Entre em contato:

Uma outra forma de deixar registrado que houve perdas com o ataque hacker é entrar em contato pela própria Central de Ajuda do Facebook ou fazer postgens marcando o perfil da empresa.

3º) Cobre explicações:

O PROCON de alguns estados possui serviços específicos para registrar reclamações sobre o vazamento na internet. Segundo o artigo 6º do Código de Defesa do Consumidor, todo usuário deve ser informado de maneira clara sobre os riscos de um serviço.

Outra maneira de fazer isso, é enviado uma pergunta na Comunidade de Ajuda do Facebook. 

Deletar é a solução?

Preocupadas com a privacidade e a segurança dos dados pessoais, muitos usuários decidiram apagar o perfil no Facebook. No entanto, isso não é uma garantia de que a pessoa não será vítima de um vazamento novamente.

"Deletar o facebook não soluciona o que já aconteceu ou evita novos vazamento de dados individualmente ou coletivamente. Essa é uma decisão pessoal e que deve levar em consideração os riscos de ter uma conta na internet". afirma Zannatta.

 

 

COMENTÁRIOS